9.8.11

A estreia do Adrenaline Mob


Enquanto escuto o ótimo Iconoclast, último álbum do Symphony X de Russel Allen e cia, traço umas linhas sobre o Adrenaline Mob, projeto de Allen com Mike Portnoy (ex-Dream Theater). Outra figura central no projeto é o virtuoso guitarrista Mike Orlando. Ontem eles disponibilizaram o EP no site oficial - álbum mesmo parece que só ano que vem -, com quatro músicas próprias e ainda Mob Rules, do Sabbath.

O que dizer?

É bom. Talvez seja muito bom. Mas não brilha, falta molho. As influências vão de Sabbath a Disturbed, Godsmack (?), Slipknot, passando por Black Label Society, Pantera e outros metais. Russel Allen é um grande vocalista, mas abusa do vocal com drive. Parênteses: isso funciona muito bem no Symphony X, quando alternado com outros vocais mais limpos e mais soul. O tempo todo perde um pouco da graça. De resto é uma banda soltando a mão em uma série de riffs, solos altos, com uma urgência - direcionada - de ser um pouco radio-friendly, com músicas de 4 minutos e pouco.

Só ouvi uma vez até agora e não voltei a ele. Mas queria outra coisa. Por enquanto é isso, mas, claro, darei outra chance. Mike Portnoy, que tem uma bela bagagem no rock dos últimos 20 anos, merecia uma estreia melhor em sua fase pós-Dream Theater.

Nenhum comentário: