28.6.11

MJ nos anos 90


Eu e Renata praticamente dissecamos o Dangerous via gtalk nos últimos dias. Não sei quem começou, mas ela, com categoria e classe, escreveu sobre o disco do MJ em sua série Revisitando. Como quem faz uma introdução rápida antes de chamar a pessoa da plateia para vir falar no palco, mando aqui: Dangerous me marcou, e muito. Primeiro pelo clipe de Black or White no Fantástico (onde você estava essa hora?) e, depois, pelas batidas fortes e os arranjos cheios, pomposos, que traziam um Michael atualizado (e atualizando), pro bem e pro mal. Sobra nota na massa sonora e tem uma ou outra coisa descartável, mas tem canções fortíssimas - Who Is It é top -, que sobrevivem. Ainda gosto da maneira que o cd transparece a cultura dos anos 90 - MTV, Bart Simpson, Michael Jordan, Macaulay Culkin, Slash...

Mas a Renata fala melhor disso. Chega lá.

Nenhum comentário: