18.2.11

radiohead

Ao abrir o twitter mais cedo vi que haviam liberado o novo do Radiohead. Sabia que seria aquela coisa em torno do lançamento. Fui atrás de King of Limbs. Gostei do que ouvi de Lotus Flower para frente. É quando a coisa ganha melodia e alma, como bem observou o Marvio. Antes disso, na primeira parte do cd, é aquela série de barulhinhos e batidas tortas. Coisa que não me fisga. Meu conhecimendo de Radiohead continua restrito ao In Rainbows na íntegra - que gostei de algo, do clima, de uma onda mais prgressiva -, coisas soltas - obviamente Creep e Fake Plastic Trees entre elas -, e agora o tal do King of Limbs. Além de Lotus Flower, há o que admirar ali e são: Codex, GiveUpTheGhost e Separator.

Nenhum comentário: