8.12.10

Dimebag Darrell

Em 2006, certamente em uma hora que muitos falavam do vigésimo sexto aniversário da morte de John Lennon, baleado por um fã; outro também levava um tiro de um fã. Dimebag Darrell, guitarrista do pesado Pantera, foi assassinado em pleno palco, por um fanático que não concordava com sua nova empreitada - uma banda em outra vertente, com o Pantera já encostado e aposentado.

O Heavy Metal perdia um ícone. Dimebag já era um herói por sua técnica e criatividade à frente da banda, que ainda tinha a voz incrível de Phil Anselmo, o baixista Rex Brown e o baterista, irmão de Dimebag, Vinnie Paul.

O álbum Cowboys from Hell é um marco e considerado o primeiro da carreira - antes o Pantera era uma banda de glam rock, poser, com os pés naquele hard rock americano. Com o Cowboys a coisa de mudou de figura, ficou agressiva e trouxe pérolas como a música-título, Psycho Holiday, Heresy e a bela Cemetery Gates, onde Anselmo cantava muito bem com sua voz limpa. Foi o único que embarquei, depois, os cds seguintes ficaram mais pesados e dei uma distanciada, ouvindo coisas soltas, entre elas, as obrigatórias This Love e 5 Minutes Alone. Mas o Pantera foi bem até o final, no Reinventing the Steel, de 2000. Dimebag Darrel brilhava, levou a guitarra do heavy metal além.

Na foto: Vinnie Paul, Dimebag, Rex Brown e Phil Anselmo.

Nenhum comentário: