22.11.10

Up and Coming Tour


Difícil é falar algo do show de Paul depois daquele choque de emoções de ontem à noite. Não há adjetivo no dicionário que defina. Foi um privilégio estar lá para me juntar ao refrão de Band on the Run, ao coro de Hey Jude ou o Give Peace a Chance, de John, lembrado por Paul, com o estádio tomado de bolas brancas. Foi tudo mágico, assim como Something, com imagens do George no telão. Repertório não falta a Paul, claro, e toma de Jet, Mrs Vandebilt, Letting Go, 1985, Live and Let Die, Lady Madonna, Drive my Car... o set é enorme e ainda tem seus trunfos como a inspirada A Day in the Life e as belas The Long and Winding Road e My Love. E ainda teve espaço para o projeto Fireman, com Sing the Changes e Highway, que foi uma boa surpresa. Por mais clichê que possa soar: a sensação de estar ali diante de um beatle foi única.

A foto é de Marcos Hermes.

Um comentário:

Vitor Luiz disse...

Simplesmente fantástico! Até mesmo pra quem não é fã dos Beatles ou do Paul em carreira solo...
De sorrisos a lágrimas, o show da minha vida definitivamente. Insuperável, inigualável, Paul...