23.10.10

Fear of the Dark, Iron Maiden


Um tempo atrás pintou no Facebook uma enquete dos 15 álbuns da vida, aquele bla bla bla. Como sou fã de listas - da mesma forma que acho besteira - resolvi pensar em uma. Pretendo escrever, com aquela habitual frequência indisciplinada deste blog, sobre cada um. O primeiro? Fear of the Dark, do Iron Maiden. Não tem jeito, fui fisgado por Steve Harris e cia quando tinha meus 13, 14 anos. A partir desse álbum a música ganhou outra importância, virou algo meu. Não era mais o que meus pais escutavam, ou meu irmão, ou o que tocava nas lojas, no shopping, na tv. Era a minha música.

Fear of the Dark foi muito novo, abriu uma porta e fascinou, pois o Maiden ia além da música com uma coisa quase super-heróis, que envolvia o Eddie, o Bruce no palco, as capas, as histórias e tudo mais. Para quem estava com aquela idade parecia perfeito. Não deu outra. Comprei tudo da banda e, cada vez mais, entrei na música. Wasting Love, Afraid to Shoot Strangers, Be Quick or Be Dead, Chain of Misery faziam muito sentido. Claro que, hoje, o Maiden não toca com a mesma intensidade por aqui, mas tenho aquela ligação. Semanas atrás, assistindo o dvd Flight 666, vi que ainda bate, e bem.

Nenhum comentário: