29.7.10

O soul de Sharon Jones


Na abertura do filme Amor Sem Escalas - mais um desses filmes que ganham títulos equivocados por aqui, prefiro ficar com o original Up in the Air - uma música chamou minha atenção, era This land is your land. Fiquei na dúvida se parava o filme ali para ir no google mais próximo buscar, mas não, esperei o final do (bom) filme. A cantora era Sharon Jones, de quem já tinha ouvido falar pelas conexões com Amy Winehouse que, fascinada pela qualidade da sonoridade de Sharon, pediu emprestada sua banda, os Dap-Kings, para a gravação de Back to Black, o tal disco que jogou Amy no mundo.

Como consequência disso, todos foram atrás de Sharon. Descobriram uma cantora de outra geração, hoje com 52 anos, que sempre esteve por perto, cantando uma coisa aqui outra ali, mas que jamais estourara. O primeiro álbum é de 2002 e o segundo, Naturally, que escuto neste momento, de 2005, e é o que tem This land is your land, tradicional folk da música americana da década de 40, composta por Woody Guthrie e aqui com Sharon num groove soul irresistível. Ótimo que Sharon ganhou seu espaço a partir do surgimento de Amy, não poderíamos ficar sem músicas como You're gonna get it, How long do I have to wait for you? e Fish in the dish.

A sonoridade, resultado da gravação 100% analógica como em décadas passadas, realmente impressiona, e os Dap-Kings são excelentes, uma banda de apoio de luxo, que deixa Sharon num ambiente perfeito para desfilar com classe.

Um comentário:

Bárbara disse...

Quando o filme minha expectativa já cresceu apenas por ter essa música na abertura. Perto do desfecho o filme foi caindo no meu conceito. Cheguei em casa e fui buscar quem é que cantava a música de abertura. Tudo indicava que não era apenas aquela música não era um lapso e que valeria a pena baixar um álbum ou até a discografia. Desde então Sharon Jones and The Dap-Kings tem lugar garantido na memória do meu MP3.