9.9.09

um pouco de Glenn Hughes

Glenn Hughes é dono de uma voz impecável, mesmo chegando na casa dos 60. Sua carreira começou muito bem no Trapeze, depois seguiu em ótima fase naquele Deep Purple, que bebia da black music e do blues, por sua influência e de David Coverdale. Os dois formavam uma dupla imbatível, mas que, em pouco tempo, mesmo com ótimos discos, como Burn, afundou o grupo. A banda não suportava mais a própria usina de hard rock, blues e funk, principalmente depois da saída do guitarrista Richie Blackmore, por essas razões. Ainda chegaram a gravar o excelente Come Taste The Band com Tommy Bolin na guitarra como um último suspiro dessa fase. This Time Around, desse álbum, é uma das grandes pérolas da carreira de Glenn Hughes.

Nos anos 80, Glenn Hughes chegou a gravar um suposto disco solo de Tony Iommi, que saiu como mais um disco do Black Sabbath e, afundado em drogas, só foi levantar mesmo para sua carreira solo e outras inúmeras colaborações na década de 90. Não sei se essa carreira solo de Glenn Hughes é no mesmo patamar de seu talento como músico/cantor, às vezes fica essa impressão, talvez por discos irregulares como Music for the Divine ou a presença em inúmeros projetos sem muito brilho ao longo dos últimos anos. Claro que grandes momentos fazem parte da trajetória: Songs in the key of rock, Building the machine e, principalmente, o Feel, trazem o que há de melhor no universo de rock com black music. E recentemente, Glenn Hughes conseguiu essas boas vibrações novamente com seu último álbum de estúdio, o First Underground Nuclear Kitchen - FUNK.

Hoje, no twitter, ele disse que seu agente está negociando uma turnê em dezembro pela a América do Sul. O show que passou pelo Circo Voador no final de 2007 foi sensacional do início ao fim. Todos queremos mais uma dose.


Um comentário:

rattleheadbrasil disse...

Glenn Hughes, tem seu trono eterno no rock/heavy metal, além dos discos espetaculares no Purple, tem o Seventh Star com Sabbath, Trapeze e sua carreira solo, além dos 2 discos em que ele participa da carreira solo de Tony Iommi: DEP SESSIONS e FUSED, objetos do meu último post no meu blog, com o qual lhe convido a lê-lo. Aí vai o endereço: http://rattleheadbrasil.blogspot.com/2010/01/os-registros-de-estudio-da-dobradinha.html

Abraços brother!