10.3.09

soulpower

Uma coisa leva a outra e ouvindo Stevie Wonder esses dias cheguei ao Maxwell - cantor de soul que apareceu nos anos 90 balançando a imprensa e as plateias. Seu primeiro disco "Urban Hang Suite" (1996) é uma estreia perfeita, com um soul que passa por batidas mais atualizadas em cima de referências como Marvin Gaye, Sam Cooke, Prince etc.

Mesmo com apenas um disco na bagagem, o sucesso fez com que Maxwell gravasse um MTV Unplugged e o resultado é surpreendente, grande momento do artista. A banda é super afiada e o groove toma conta até a quarta música, onde entra "This Woman´s Work" de Kate Bush, Maxwell nessa impressiona em uma interpretação insuperável. A seguinte também é um dos grandes momentos, sua "Whenever, Wherever, Whatever" ainda melhor que a versão de estúdio. Depois desses momentos mais calmos, o groove volta e encerra o disco com backings, metais e cordas.

"Embrya" e "Now", os discos seguintes, são bons, mas nenhum tão excelente quanto o de estreia. Depois do "Now", de 2001, Maxwell sumiu e, agora, com surpresa, vejo que está de volta. No youtube é possível encontrar vídeos de apresentações do ano passado e no myspace uma música nova.


O lançamento que está por vir é "Blacksummer's Night". Maxwell sabe das coisas, vamos aguardar.

Nenhum comentário: