2.10.08

Ed em inglês

O novo disco de Ed Motta intitulado "Chapter 9" é um passo daqueles que Ed tem dado nos últimos anos, além de seus próprios modelos. Depois de uns hits-pista-de-dança como "Colombina" e outras de seus manuais para festas e afins, Ed começou a fazer coisas diferentes como em "Dwitza" - jazzístico e praticamente instrumental - e agora vem com esse disco totalmente em inglês e com sonoridade que mistura harmonias do jazz com rock e outros toques bem diversos.

Fã de Steely Dan e Led Zeppelin, Ed deixou que essas influências aparecessem muito bem em duas músicas, "The Runaways" e "Tommy Boy’s Big Mistake", respectivamente. O disco não é fácil de escutar de primeira, mas no bom sentido, em cada audição descobrimos coisas novas, arranjos novos e vocais inspirados de Ed. As músicas ficam cada vez melhores, como "The Caretaker", por exemplo, que tem uma melodia impressionante em seu "refrão".

Ed é colecionador de discos de vinil e pesquisador de música sem barreiras, seja Ennio Morricone, Soul dos anos 70, Jazz dos 60s ou Led Zeppelin. E isso faz com que tenha um diferencial, mostrado agora em "Chapter 9", seu nono disco de carreira, onde tocou todos instrumentos e como disse em entrevista recentemente, soa distante do que se tem feito no Brasil. É verdade. Viva a nova fase de Ed Motta!

Nenhum comentário: