30.5.08

Car


Essa é a capa do primeiro disco de Peter Gabriel que sem título ganhou o nome de "Car"(1977) pelo público e imprensa.

No último disco dele no Genesis, suas idéias não pareciam mais bater com o progressivo do grupo e isso ficou claro, com esse primeiro vôo solo.

É um repertório eclético e com intervenções de programações eletrônicas que Peter usaria bastante mais pra frente em sua carreira.
A abertura é genial com a estranha "Moribund The Burgermeister" e depois o disco passeia por diversos estilos, como o hit "Soulsbury Hill", "Excuse Me" e o final com a linda e mais progressiva "Here Comes The Flood".

Ontem assistindo a um show da turnê "Still Growing Up", de Peter, percebi certa semelhança nos arranjos para banda dele com a de Lenine ao vivo, vi ali uma conexão nos "grooves", principalmente no trabalho de bateria e baixo.
Pode parecer estranho, mas é verdade, e uma coisa é certa, os dois tem grande admiração e influência da "world music".

Nenhum comentário: