7.4.08

Love Revolution

Lenny Kravitz nos seus primeiros trabalhos fez coisas interessantes, depois ficou chato e repetitivo. Mas um dia desses assisti seu novo clipe "Love, Love, Love" e me surpreendeu, Lenny está bem rock setentista com peso e tempero funk e soul. A música é muito boa, com um ponto negativo apenas quando Lenny tenta fazer um (chato) rap no estilo do (chato) Anthony Kiedis do Red Hot Chilli Peppers.

Pesquei o disco e a abertura com a excelente "It´s Time For a Love Revolution" - que também dá nome ao disco -, mostra que pode vir coisa boa por aí.

<><><><>

O novo dvd de David Gilmour, gravado no Royal Albert Hall, na turnê de seu último "On a Island" é muito bonito. O ex-floyd está com uma banda excelente que conta com a participação de Phil Manzanera (Roxy Music) na guitarra de apoio e o companheiro de Floyd, Richard Wright nos teclados. Outros convidados como Nick Mason (também Floyd), um Bowie meio deslocado em "Confortably Numb" e Crosby e Nash com vocais perfeitos numa ótima versão de "Shine On Your Crazy Diamond" fecham o pacote.

O repertório é com base no último disco e também, claro, clássicos do Floyd. Também acompanha o show, um documentário muito bom de Gilmour, sempre simpático, rodando pela Europa e o making of do "On An Island", sendo gravado num estúdio onde uma das outras salas estava (ironicamente) sendo usada pelo Roger Waters.
Há um registro de um frio encontro dos "floyds", mas muito interessante.

Nenhum comentário: