25.3.08

Sabbra Cadabra

Hoje na loja de discos encontrei "Libertango" (1974) de Astor Piazzolla, disco que estava atrás desde que uma amiga me enviou a música título e achei sensacional.

O disco tem músicas com nomes interessantes, como por exemplo: "Meditango", "Undertango", "Violentango" e uma peça incrível que fecha o lado A chamada "Adios Nonino", composta depois que perdeu seu pai. Piazzolla, que partiu em 92, chegou a dizer que nunca mais faria um tema tão lindo quanto aquele.

<><><><><>


Saindo do tango revolucionário de Piazzolla para o rock pesado. Não me canso de ouvir Black Sabbath com "Sabbath Bloody Sabbath" de 1973.

Sempre gostei de Sabbath, mas confesso que nunca achei tão bom como nos últimos tempos. Esse disco é uma obra-prima do Rock, talvez o melhor registro vocal de Ozzy e ainda tem participação do tecladista Rick Wakeman (YES).

A participação de Wakeman já dá a pista de uma direção musical mais cuidadosa para o disco, tendo influências do rock progressivo que estava no auge na época. Os vocais de Ozzy e as guitarras de Iommi estão impecáveis assim como as composições.


<><><><>

Abaixo, uma ótima foto do encontro de Milton com os "Jobim".




Um comentário:

a amiga disse...

e digo mais: o cara vai ressuscitar pra tocar no meu casamento! :P

relaxa que eu te convido.